• A escola terminou, as compras vão começar

    ….

    Leia Mais
  • 5 tendências que mudaram o retalho este ano — até agora

    A primeira metade de 2017 provou ser bastante turbulenta para a indústria de retalho, na Europa. No entanto, apesar da oscilação das moedas e dos níveis de confiança dos consumidores, gerando um mapa muito diversificado neste continente, os retalhistas mostraram a sua capacidade de adaptação às constantes exigências por parte dos consumidores.

    Apresentamos cinco tendências de mercado que mudaram o retalho, até agora:

    1. Os pagamentos móveis já estão aqui são Go

    O papel das caixas de pagamento para realizar as transações está a decrescer, com os dispositivos móveis a assumirem o papel da tradicional carteira.

    De acordo com uma pesquisa da Visa, os pagamentos com dispositivos móveis serão o meio mais comum em 2020, à medida que os consumidores, gradualmente, ….

    Leia Mais
  • Os seus colaboradores sofrem em silêncio?

    A perícia da equipa de vendas é uma das suas maiores vantagens em termos de diferenciação da concorrência, enquanto retalhista a operar em lojas físicas.

    Paralelamente à possibilidade de poderem ver e experimentar os artigos, muitos consumidores visitam as lojas à procura de apoio e aconselhamento, por parte dos colaboradores. Se as influências obtidas nos diversos canais significam que os consumidores fazem cada vez mais pesquisas antes de entrarem numa loja, isso implica, também, que o nível de conhecimento dos colaboradores, seja, cada vez, mais consistente e detalhado.

    Existem duas formas de dar resposta à crescente solicitação de informações minuciosas por parte dos consumidores: confiar que os colaboradores se irão formar por sua própria iniciativa ou, equipá-los com as informações que eles precisam, de forma a poderem responder de forma mais eficiente aos consumidores.

    As organizações verdadeiramente inovadoras ….

    Leia Mais
  • De que forma estão os consumidores multicanal a usar as lojas físicas?

    Os consumidores estão menos previsíveis; os retalhistas já não podem confiar nos pressupostos habituais de comportamento, para otimizar o desempenho das suas lojas.

    A influência do vários canais — físicos e digitais — está a delinear a forma como e quando é que os consumidores usam as lojas físicas para efetuar uma compra. Para compreender o papel do retalho físico num mundo multicanal, os retalhistas precisam de compreender de que forma os fatores online e offline influenciam o tráfego de consumidores.

    O novo Relatório de Tendências da ShopperTrak apresenta informação estatística sobre o comportamento dos consumidores no 1º trimestre de 2017, revelando um conjunto interessante de padrões:

    1. A confiança dos consumidores está a crescer

    Apesar das incertezas a nível ….

    Leia Mais
  • Quando vai ocorrer, na Europa, o pico na afluência de Natal?

    Não há um país na Europa que não celebre o Natal. Mas para compreender algumas das riquíssimas diferenças culturais entre os diversos países, não é preciso procurar para além desta estação festiva.

    Enquanto os britânicos começam a trinchar o peru na tarde de 25 de Dezembro, os portugueses ainda estão cheios com a Consoada da noite anterior. E enquanto nalguns países europeus as prendas já foram abertas antes do Ano Novo, noutros como na Itália e em Espanha, as crianças só poem os sapatinhos fora da porta, no dia 5 de Janeiro, para mais tarde os irem buscar cheios de doces e brinquedos.

    Mas, não são só as festividades que mudam de país para país; as diferenças no comportamento dos consumidores, com a aproximação do Natal, também são notórias, tal como revelam os nossos dados de tráfego.

    Os hábitos de consumo europeus são tão diversificados como as suas tradições

    Para compreender a forma ….

    Leia Mais
  • Regresso às Aulas: lições que o retalho pode tirar das despesas de final de verão

    A roupa está comprada, os sapatos engraxados e para milhares de crianças e jovens em todo o mundo, o ano letivo já começou. Então, que lições podem tirar os retalhistas e os centros comerciais, relativamente às despesas de final de verão? E será que estão prontos para a correria do próximo ano, quando voltarem as compras de regresso às aulas?

    Se leu, no nosso blog, a primeira parte do nosso artigo sobre o regresso às aulas – como otimizar o seu negócio para a correria no final das férias grandes – estará a par de que os calendários escolares são uma oportunidade lucrativa para as organizações ligadas ao retalho.

    Isto é demonstrado inequivocamente pelos padrões de afluência durante o verão. Analisámos os dados de tráfego de consumidores da França, Alemanha, ….

    Leia Mais