Este Natal ofereça à sua equipa mais conversões

Artigo
Por ShopperTrak on 13-12-18

Por toda a Europa, as compras de Natal estão prestes a começar. Os consumidores britânicos, são os europeus que gastam mais valor por pessoa, de acordo com uma pesquisa da Deloitte, seguidos de perto pelos espanhóis e pelos italianos. As estatísticas revelam que qualquer um destes três povos gasta bastante mais que a média europeia (€497), em presentes, durante a época natalícia.

Enquanto a pressão ainda está do lado dos consumidores, empregue algum tempo a pensar no seu pessoal de loja. Eles trabalham arduamente para prestar um serviço rápido e eficiente, ao mesmo tempo que tentam manter, na loja, uma animação típica da época. O que poderia tornar-lhes a vida mais fácil neste período crucial do ano?

Reduza a pressão sobre os “ajudantes do Papai Noel”

Na ShopperTrak, sabemos que com os dados de tráfego é possível dar um suporte total às equipas de loja, enquanto estas trabalham durante a confusão do Natal.

Os retalhistas que incorporam a analítica de tráfego nas suas estratégias operacionais, podem fornecer às suas equipas e lojas a vantagem no mercado competitivo atual.

Os dados de conversão e tráfego, ajudam a compreender quando ocorrem os picos e quebras no tráfego de consumidores ao longo dos dias que antecedem o Natal. As equipas de loja podem estar bem preparadas para resolver problemas comuns, como filas de pagamento mais longas e falta de cabines nos provadores, assim como estarem bem afinadas, do ponto de vista operacional, para ir ao encontro de todas as necessidades sazonais dos consumidores.

Os consumidores que desfrutam de um melhor serviço na loja, tendem a comprar mais, aumentando as conversões – aumentando a rentabilização do espaço comercial. Os índices Sales per Shopper (SPS) e Average Transaction Size (ATS) podem ser potenciados, se existir conhecimento antecipado das tendências de tráfego, porque a loja estará preparada para agir quando as oportunidades de venda surgem – particularmente nas horas de pico, que são cruciais para o retalho.

O planeamento baseado em dados ajuda os assistentes de loja a estarem menos nervosos e pressionados nesses momentos de pico, desempenhando melhor a sua função e criando maiores oportunidades de vendas e de conversão – e assegurando igualmente os seus bónus de final do ano.

Capacite as equipas de lojas para gerar maiores conversões

Com os dados de tráfego adequados, que permitam planear bem as vendas de Natal, é possível atingir as melhores vendas de sempre – e fazer toda a gente feliz.

Por exemplo, as suas equipas saberão antecipadamente como será o tráfego de consumidores por existirem quatro sábados em Dezembro. Estarão preparados para as horas de pico mais críticas, nos dias mais importantes, com pessoal adicional a atender os clientes e a repor os artigos mais vendidos. Eles saberão, exatamente, quando começarão a chegar os clientes do serviço click-and-collect, quando haverá maior pressão e o que podem fazer para aliviar o estresse.

Se as equipas se puderem focar em planos detalhados, alinhados com as previsões de tráfego, poderão estar preparadas para tudo, divertir-se enquanto trabalham e podem também colher os frutos do aumento de valor das conversões.

Saiba de quem precisa e quando

Os retalhistas mais inteligentes, beneficiam de escalas de pessoal ajustadas de acordo com o histórico de tráfego, não deixando nada ao acaso. Isto reduz o risco de existirem longas filas de espera para pagar e clientes insatisfeitos. As lojas podem escalar os seus vendedores mais experientes para trabalharem nas horas e dias de pico, quando as possibilidades de conversão são mais elevadas. Os gestores de loja podem usar os dados de tráfego para decidir quando devem usar os colaboradores com perfil de “maratona” para vender ou de “velocidade” para agilizar as entregas. Também podem diferenciar o “período de vendas” e “o período de reorganização da loja”, para que as escalas possam ser avaliadas e otimizadas antes do arranque da sessão.

A beleza que há em atuar de acordo com os dados

Quando se trata de tomar decisões com base em analítica obtida em tempo real, o ShopperTrak Analytics, disponibiliza uma leitura rápida sobre as promoções de marketing sazonais, baseadas no tráfego da loja. A partir desta informação, podem ser tomadas decisões sobre a necessidade de transferir recursos, afinar as operações ou ajustar a disponibilidade do inventário durante a estação. Uma vez mais, estas funcionalidades tornam a vida dos colaboradores da loja muito mais simples.

Também é possível medir o desempenho do tráfego relativamente ao mercado local. A ferramenta Market Intelligence da ShopperTrak, apresenta as tendências de tráfego nos vários mercados, podendo apresentar informação mais detalhada sobre as localidades mais relevantes. Compreender o desempenho de tráfego de uma loja em particular, relativamente ao mercado local, é essencial para adequar todos os esforços e tentar aumentar o número de visitantes. Ao fazê-lo, estará a potenciar a possibilidade das suas equipas apresentarem resultados de excelência.

O pós-Natal é quase como o pré-Natal

Claro que não existe uma meta, no que toca às vendas de Natal. As lojas podem ter resultados baixos na época que antecede o Natal, mas a maioria dos colaboradores sabem que tudo recomeça novamente a seguir ao Natal, no dia em que começam as promoções de Inverno. Milhões de consumidores regressarão às lojas para trocar presentes, gastar os cartões de oferta e procurar artigos a bons preços. Felizmente, os dados de tráfego podem voltar a reduzir a pressão nestes dias.

Por isso, para ter um Natal Feliz, garanta que dá todo o suporte aos seus colaboradores, criando estratégias baseadas nos dados de tráfego e deixando-os com energia suficiente para enfrentarem o Ano Novo com um sorriso.

A ShopperTrak ajuda os retalhistas e compreender melhor os padrões de comportamento dos consumidores e a planear as épocas mais importantes do ano, como é o caso do Natal. Obtenha mais informação aqui.

Leia mais publicações de ShopperTrak