• Construir a loja do Futuro: 3 informações saídas do NRF BIG Show 2017

    No mundo do retalho, sempre em constante atualização, a inovação centrada no cliente é imprescindível para o sucesso — e em nenhum local se encontram mais inovações que no NRF Big Show, em Nova Iorque.

    O Big Show estabelece a agenda para o ano seguinte a nível do retalho, uma vez que as empresas de tecnologia e os retalhistas se juntam, no mesmo local, para discutir as tendências mais relevantes, os temas do momento e as tecnologias para os próximos 12 meses. De seguida, vamos apresentar as informações mais relevantes recolhidas pela ShopperTrak no evento deste ano:

    Os dados devem permitir a compreensão do cliente

    Enquanto que a importância dos mega dados (big data) já não é novidade, muitas das sessões sublinharam a necessidade de se compreender o cliente de forma muito detalhada e saber o que procura ele nas suas experiências de consumo — em particular no que diz respeito ….

    Leia Mais
  • Bem vindos ao Black November: novos padrões de consumo nos feriados

    A Europa fez mais do que abraçar a cultura norte americana que originou a Black Friday; evoluiu para além do papel da Black Friday no calendário do retalho, para alterar a forma como os consumidores fazem as compras de Natal.

    Nesta publicação, olhamos para o rápido crescimento do conceito Black Friday na Europa e a sua subsequente metamorfose, dando origem ao Black November.

    Como cresceu a Black Friday na Europa?

    Há apenas três ou quatro anos atrás, a Black Friday mal aparecia nos radares do retalho e dos centros comerciais europeus. No entanto, em 2016, este evento possui uma presença crescente no calendário de marketing do retalho.

    Os analistas preveem que este ano será a maior Black Friday desde sempre na Europa, com os números do consumo a ultrapassarem ….

    Leia Mais
  • Obtenha informações estratégicas sobre os seus clientes com a ShopperTrak no MAPIC 2016

    No ambiente competitivo do retalho atual, a simples captura de dados não é suficiente para se manter na linha da frente. É somente através da análise detalhada, que as organizações ligadas à gestão de espaços comerciais podem tomar decisões seguras que conduzam a resultado efetivos e em concordância com os seus objetivos.

    Sendo líder mundial no fornecimento de informação sobre o comportamento dos consumidores e analítica baseada em localização, a ShopperTrak estará disponível no MAPIC 2016 para ajudar os quadros sénior das gestoras imobiliárias a descobrir o potencial que as soluções de inteligência de retalho podem disponibilizar.

    Após a fusão da ShopperTrak com a FootFall, gere atualmente uma rede espalhada por 100 países e territórios ….

    Leia Mais
  • Rio 2016 – uma oportunidade global para o retalho

    Durante os Jogos Olímpicos do Rio, as marcas e os retalhistas, a nível mundial, procurarão maximizar as vendas, através de ações de marketing e promoções à volta deste evento. Considerando que em 2008, a cerimónia de abertura foi vista por 70% da população mundial e em 2012 por 72%, é justo dizer-se que existe um interesse muito significativo nos jogos, por parte dos consumidores de todo o mundo.

    Os atletas são rapidamente envolvidos em contratos de patrocínio, mas a maioria das equipas nacionais também possuem acordos com empresas ligadas ao retalho e diversos tipos de parcerias com marcas. Paralelamente, os consumidores entram rapidamente no espírito dos jogos, sentindo-se mais predispostos a consumir artigos de tecnologia, equipamento desportivo, alimentação e bebidas.

    Então, como podem os retalhistas e os centros comerciais motivar os consumidores a gastar mais, aproveitando a excitação causada pelos Jogos Olímpicos ….

    Leia Mais
  • Jogos Olímpicos do Rio – uma oportunidade para os retalhistas locais

    Os Jogos Olímpicos atraem a atenção mundial para o país anfitrião, mas como é que o fluxo de turistas afeta o tráfego no retalho? Examinámos os números de Londres, em 2012, para prever o que poderão os retalhistas e centros comerciais brasileiros esperar do Rio 2016.

    De acordo com os dados referentes ao Reino Unido, recolhidos durante a edição anterior dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, ficou claro que, apesar das previsões de um aumento de 561 milhões de libras esterlinas nas vendas, o consumo não arrancou como era esperado, atribuindo-se essa falha ao facto de que os consumidores estavam distraídos com o evento propriamente dito.

    No entanto, ao interpretar os dados da afluência no Reino Unido, nesse mesmo período, verificou-se que existem oportunidades disponíveis para os retalhistas e centros comerciais que queiram maximizar o interesse dos consumidores ….

    Leia Mais
  • Euro 2016: Evite ficar no banco dos suplentes

    Tal como em todas as competições desportivas, o Euro 2016 terá vencedores e vencidos — no futebol e também no retalho. Antes do pontapé de arranque no próximo mês de Junho, fomos rever a última edição desta competição, em 2012, para podermos fazer um prognóstico relativamente ao impacto do torneio deste verão na afluência, a nível do retalho europeu.

    Uma vez mais, retalhistas e centros comerciais estão à espera de uma enchente pré-torneio, com os fãs a investirem em merchandising licenciado, comida e bebida. Os analistas preveem gastos de 3 mil milhões de Libras (mais de 3,8 mil milhões de euros) só no Reino Unido, em pubs, supermercados e lojas de desporto, uma vez que as ilhas britânicas estarão representadas por quatro equipas, algo que não acontecia desde 1958.

    Paralelamente, o patrocinador principal Puma espera aumentar em 9% os seus lucros, a nível mundial, antes mesmo do primeiro pontapé ….

    Leia Mais